Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 13 de junho de 2017

NOVO TEMPO - SONETO DO ESPÍRITO AUTA DE SOUZA POR ADEILSON SALLES







Qual a alegria desse mundo
De tantas dores, magoas e feridas
Almas duelando num pesar profundo
Engastadas entre si, padecentes vidas


Realidade que nos traz o pranto
Numa queda terrível, num abismo
Mas nasce um novo dia, ouço um novo canto
A promessa se cumpriu, chegou o Espiritismo


O Consolador entoa a canção;
Fora da caridade não há salvação
Vem o novo tempo, nasce a nova aurora


Mãos estendidas, corações unidos
Paz e boa vontade, ao homem redimido
É tempo de servir, é a última hora


Auta de Souza (Médium Adeilson Salles)

      Mais sobre o autor:

Nenhum comentário:

Postar um comentário