Barra de vídeo

Loading...

domingo, 1 de novembro de 2015

A VIAGEM - ESPÍRITO LUIZ SÉRGIO



A VIAGEM

Dizem que a vida é uma viagem.

Posso afirmar que sim, somos viajantes imortais e transitamos por estradas entre as duas dimensões.

Existe tempo de estar no corpo, e tempo de estar fora do corpo.
            
Essa é a beleza da vida, uma vida sem fim, que teve começo na simplicidade e na ignorância, mas que não terá fim.
            
De estação em estação, a gente vai e volta.
            
E nesse ir e vir, vamos nos misturando uns aos outros, para que a grande família dos espíritos, filhos de Deus, fortaleça os laços de fraternidade e amor.
            
Já fui tantos personagens, já estive em tantas famílias, já viajei por tantos outros mundos.
            
Quando estamos encarnados e planejamos nossas viagens pela Terra necessitamos de roupas adequadas, ao frio ou ao calor.
            
Dependendo do país a ser visitado é importante se conhecer o básico do idioma local, ou se munir de um dicionário para as primeiras necessidades.
            
A viagem do mundo espiritual para o mundo material exige preparo bem mais complexo.
            
A primeira parte do planejamento pede uma nova família, com espíritos conhecidos, ou não, afins, ou nem tanto.
            
Tudo depende da necessidade evolutiva do viajante.
            
Nas viagens de turismo pela Terra, privilegia-se os interesses culturais e de lazer.
            
Do mundo espiritual para o mundo material as exigências são maiores, e tudo é preparado para que a encarnação traga o melhor aproveitamento para quem retorna as lutas na carne.
            
Uma equipe espiritual planeja nossa volta, e procura se acercar de todos os cuidados para que a viagem no mundo das formas apresente os melhores resultados.
            
Na viagem de férias os homens levam suas economias para que souvenires sejam comprados, a fim de guardar as melhores lembranças dos passeios empreendidos.
            
Uma vez tudo planejado, as malas estão prontas e a viagem começa com as melhores expectativas.
            
Do lado de cá é preciso, preparar a família para acolher o reencarnante, orientar o espírito viajante, para que ele não se perca no mundo das ilusões e confunda sua origem acreditando ser de lá, e não de cá.
            
Do mundo espiritual para a Terra não se leva recursos financeiros para a aquisição de souvenir, a proposta é de aquisição de valores espirituais e morais, que garantam um retorno seguro ao lar espiritual.
            
Na viagem das férias as pessoas desejam se desligar, se possível, esquecer do trabalho, dos problemas em geral. Esse esquecimento dura o tempo da viagem.
            
Já na viagem por uma nova encarnação o espírito se esquece de tudo que já viveu, todos os equívocos e desenganos cometidos em vidas passadas.
            
Ele viaja com a lembrança zerada, para que possa recomeçar tudo de novo, é uma viagem abençoada.
            
Quem parte de férias determina o roteiro a seguir, assim também os que voltam a vida física, quando amadurecidos espiritualmente, determinam os próprios caminhos.
            
Quando as férias chegam ao fim é comum ouvir das pessoas:
            “Que pena, já acabou? Não quero mais voltar para a rotina, se pudesse, não voltaria mais...”
            
Quando a vida física vai se esvaindo, aqueles que não retornam abruptamente por acidente, afirmam também:
            “Ah... se eu pudesse, ficaria aqui definitivamente...”
            
Mas tanto um, quanto outro, tem tempo determinado para voltar ao lar.
           
Para uns é o final das férias, para o espírito imortal, quando a morte se apresenta, é mais uma etapa em sua viagem pelas duas dimensões.
            
Eu estou a caminho aqui desse lado, e você está em viagem pelo mundo material.
            
Tanto aí, como aqui necessitamos de uma bússola para nos orientar o roteiro.
            
Nesse instante, meu olhar não se encontra limitado pela visão física, então posso te dizer: seja qual foi o caminho percorrido até agora, ele pode ser alterado, modificado.
            
A dor e a desilusão não são fatalidades na vida de ninguém.
            
Você é o viajante, mude sua rota, caso as dores te levem ao desânimo!
            
Não espere a última estação para se arrepender.
            
O amor é o roteiro, Jesus o caminho!
            
Eu te vejo daqui, mas você não me vê daí, posso te assegurar, que mesmo que a viagem esteja complicada e os caminhos pedregosos é possível mudar o rumo.
            
Lembre-se, você não é daí, está em viagem!
            
Não junte muito peso no coração, para que no momento do retorno seus pés não fiquem pregados ao chão desse planeta.
            
Existe tempo para ficar no corpo, e tempo para ficar fora do corpo.
            
Se a vida lhe exigiu despedidas de corações amados, não se desespere, pois todos estão viajando.
            
Alguns partem antes, outros partem depois, mas todos partem.
            
As partidas são sempre complicadas, pois temos que dizer adeus, mas te asseguro que os “adeuses” não são definitivos.
            
A vida é um continuo, “até breve”.
            
Evite a valorização excessiva dos pequenos contratempos da viagem, sorria mais, ame mais.
            
Se detiver seus olhos apenas nas dificuldades da estrada, não conseguirás ver o belo.
            
A graça da viagem é o percurso e a companhia, portanto, misturai-vos uns aos outros como Jesus se misturou conosco, para que um dia possamos nos amar uns aos outros, como Ele nos amou e ama.
            
Para quem partiu antes de você, para quem fica na tua partida, o conhecimento do Espiritismo serve como passaporte para melhor embarcarmos pelas aduanas da vida única do espírito imortal.
            
Não tenha medo!
            
Vai na fé, vai no bem!
           
Luiz Sérgio (espírito) por Adeilson Salles
            Primavera de 2015
           


7 comentários:

  1. Estamos sempre indo e voltando, ainda bem que é assim, se assim não fosse, que conhecimento teríamos?

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Luiz Sérgio e Adeilson. Só os saberes espirituais nos proporciona fé inabalável e confiança no futuro, gratidão!

    ResponderExcluir
  3. Saber disso é maravilhoso, grande é a misericórdia de deus sobre nos. Somos eternos viajores do plano maior, e assim adquirimos experiência espirituais.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom saber que é assim, conforta e revigora!

    ResponderExcluir
  5. Meu comentário é de que , após ler esse texto sobre a vida , apos partimos daqui para outra dimensão , nos passa uma confiança maior de que existe continuação de uma vida espiritual. e que ninguém perde ninguém. Porque acho realmente nos assombra, é o medo da separação !!. Obrigada ...


    ResponderExcluir