Barra de vídeo

Loading...

domingo, 29 de março de 2015

COMPORTAMENTO DIGNO - DIVALDO FRANCO



Ante a desenfreada violência que estruge em toda parte, os cristãos, verdadeiramente pacifista, interrogamos se é possível manter os postulados do Mestre galileu vivos em nossa conduta. Sob outro aspecto, a vulgaridade dos prazeres básicos, sexo desregrado, drogadição e vícios denominados sociais encontram-se com facilidade expostos à vivência abusiva em quase todos os segmentos da sociedade, convidando-nos à sua submissão, em reação à conduta ética e moralizadora que flui do Evangelho.
Multiplicam-se as derrocadas de pessoas aparentemente honradas que acumulam invejável patrimônio e, repentinamente, são apresentadas publicamente como corruptas, indignas das funções que exercem, embora mantenham-se como se nada lhes houvesse acontecido. Essas terríveis expressões da sombra, que Allan Kardec denominava com propriedade como as más inclinações, que são as nossas heranças ancestrais, ameaçando-nos a estrutura moral e os propósitos de uma existência honrada, exigindo permanente estado de vigilância e de oração.
Dir-se-á que o melhor é a vivência do prazer, ao invés do que denominam como castração religiosa, numa propaganda contínua e bela através dos veículos de comunicação de massa. Seria ideal, e merecia o desfrutar da luxúria, das viagens fantasiosas e faustosas, se a existência do física do ser humano não fosse tão breve, mesmo quando parece de longa duração. A morte, que a todos nos espreita, porém, ao invés de aniquilar-nos, conduz-nos a outras vibrações, nas quais a vida estua e cada qual desperta conforme foi arrebatado pela desencarnação.
É possível, sim, viver-se com dignidade cristã nestes dias tumultuosos, qual o fizeram os primeiros discípulos de Jesus, em pleno período de grandeza e logo decadência do Império Romano. Ademais, mesmo que a vida não continuasse após o túmulo, o significado existencial do ser inteligente é alcançar a plenitude conseguida mediante a consciência ilibada, nascida na conduta reta e nos sentimentos pacificados.

DIVALDO P. FRANCO

Artigo de Divaldo Franco publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião, em 26-03-2015.
Divaldo Franco escreve quinta-feira, quinzenalmente.
Achou interessante? Passe um e-mail ou ligue para os números abaixo e comente, isso é muito importante para a permanência da coluna no referido jornal.
Central Telefônica: (71) 3340 - 8500
Redação: (71) 3340 – 8800
Email - opiniao@grupoatarde.com.br

19 comentários:

  1. Ótimo texto para nos fortalecer como cristãos. Divaldo nos traz muitos esclarecimentos.

    ResponderExcluir
  2. Texto excelente precisamos mesmo viver com dignidade cristã, não só nos dias calmos mas principalmente nos dias tumultuosos...

    ResponderExcluir
  3. Muito clara a forma como Divaldo deixa claro que é possível sim não rastejar nesta lama que tomamos conhecimento todos os dias e viver de maneira digna.

    ResponderExcluir
  4. Muito bem colocado para os dias de hoje.

    ResponderExcluir
  5. Excelente texto para nos colocar sob reflexão!!

    ResponderExcluir
  6. Reflexão oportuna e benéfica, principalmente quando declara ser a vida terrena tão curta, apesar de parecer extensa.

    ResponderExcluir
  7. Irislaine Alves da Silva29 de março de 2015 16:24

    Amor ao próximo senhores políticos, deixem esses bilhões a serem usados pelos carentes pois seus salários são muito bem pagos por nós, nos respeitem e respeite a vcs também.

    ResponderExcluir
  8. Excelente texto. Como tudo que escreve ou fala. É sempre bom ler algo vindo de Divaldo Franco .

    ResponderExcluir
  9. Muito esclarecedor para esse momento tão conturbado. Obrigada Divaldo.

    ResponderExcluir
  10. Sou de valinho SP e estou procurando lugares q fazem psicografia. Obrigado

    ResponderExcluir
  11. Obrigada Divaldo, precisamos muito de palavras esclarecedoras para que possamos enfrentar com tranquilidade os dias que estamos passando.

    ResponderExcluir
  12. Se todas as pessoas seguisse essas palavras do Divaldo, certamente o mundo seria bem melhor.

    ResponderExcluir
  13. Sempre maravilhoso ler os textos de Divaldo....que nos remete as mais profundas reflexões.

    ResponderExcluir
  14. Realmente, nos dia de hoje, com tanta turbulência e corrupção, onde os dirigentes deste País abusam do Poder, nada melhor do que uma boa reflexão.

    ResponderExcluir
  15. Maurício gomes mazzotti31 de março de 2015 15:41

    Maravilhoso texto tava me sntindo mal... até melhorei!!!

    ResponderExcluir
  16. Toda literatura que vem de Divaldo Franco, é sempre cheia de sabedoria.

    ResponderExcluir