Barra de vídeo

Loading...

sábado, 31 de maio de 2014

Divaldo Franco - Bonn / Alemanha - 30 de maio 2014

Bonn/Alemanha - Divaldo Franco - 30 de maio
Roteiro de palestras Europa 2014



Na noite desta sexta-feira, 30 de maio de 2014, na tranquila cidade de Bonn, na Alemanha, marcando o início das atividades que se estenderão até o domingo, Divaldo Pereira Franco, o abnegado trabalhador de Jesus, conduziu os presentes no amplo salão de conferencias do Seminaris Hotel & Meeting Resorts, no culto do Evangelho no Lar. Iniciou as atividades convidando o barítono Mauricio Virgens que, com sua treinada voz, sensibilizou a todos interpretando Ave-Maria.




Ato continuo pediu a um dos presentes que realizasse a prece inicial, para logo em seguida abrir o Evangelho Segundo o Espiritismo ao acaso. A seleção recaiu sobre o Capítulo XX, item 01, Os Trabalhadores da Última Hora. Concluída a leitura, Divaldo solicitou aleatoriamente aos presentes que dessem a sua interpretação ao texto lido, o que se deu em oito idiomas, Português, Italiano, Alemão, Frances, Inglês, Catalão, Espanhol e Sueco.

Após todos darem as suas interpretações, Divaldo considerou o fascínio da mensagem de Jesus, onde cada um interpreta de uma forma, pois que o ensinamento do Divino amigo, é sempre rico de aprendizado. Chamou a atenção para a resposta daquele que convocou os trabalhadores, o que importa não é a quantidade do trabalho, mas a qualidade com que se faz. Discorreu também sobre a inveja dos que foram convocados na hora primeira do labor, concluindo que o senhor foi honesto, pagando o que prometera e injustiça alguma cometeu.

Comentou sobre o pensamento de Kardec, ao referir-se que os espíritas são os últimos a tomarem contato com o Evangelho de Jesus, e que nem por isso possuem menos direito ao trabalho nobilitante. Aquele que tem pouco tempo, sentindo-se honrado, vai com todo o ânimo, com todas as forças colaborar. Aqueles que se acham melhores, esclareceu Divaldo, em verdade não o são, e Jesus demonstrou isso nos momentos finais, quando se pôs a lavar os pés dos apóstolos, deixando para sempre a sublime mensagem da humildade.

É comum que pessoas presunçosas, que subestimam os mais simples na aparência, humildes, não darem-se conta que o reino dos céus é para aqueles que são simples e humildes de coração. A proposta dos trabalhadores da última hora é um convite ao amor, de mil formas, através da caridade, da simplicidade, da paciência, da compaixão, da gentileza, etc...




Finalizou deixando uma mensagem de união, que nos amemos, e ao invés de querer ser melhor que os outros, empenhemo-nos para sermos, nós próprios, melhores a cada dia. Convidou, então, o exímio Warren Richardson que encerrou as atividades da noite cantando a inesquecível canção Imagine, de John Lennon.

O silêncio pairava no ar, e ainda enlevados pela tocante canção, todos permaneceram concentrados em si próprios, buscando sorver os ensinamentos ali apresentados. O clima era de harmonia e gratidão pela oportunidade, pela vida...

Fotos e texto: Ênio Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário