Barra de vídeo

Loading...

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Divaldo Franco - Bruxelas/Bélgica - 12 de maio 2014



Concluída a etapa de atividades em Londres/Reino Unido, Divaldo Franco e aqueles que o acompanham em seu trabalho em terras europeias, partiram em direção à Bruxelas/Bélgica na manhã fria de 12 de maio de 2014. Na capital belga Divaldo Pereira Franco proferiu uma conferência à noite promovida pela NEECAFLA – Núcleo de Estudos Espíritas Camille Flammarion, contando com a colaboração da doce Sophie Giusti, vertendo para o Idioma Francês a conferência A Conquista da Saúde Integral.

Divaldo narrou a bela história da jovem Ananda que abnegada, após passar por grandes sofrimentos, busca na Índia o auxílio de Madre Teresa de Calcutá, dedicando-se à partir de então a servir ao próximo com abnegação e amor. Referiu-se aos missionários, que esquecendo-se de si e amando profundamente o próximo, mantém e mantiveram contato constante com as doenças e os doentes não se contaminando, em razão do amor que os alimenta e move.



Citando o Dr. Bernie Siegel, escritor americano e cancerologista, conhecido, também, por seu best-seller, o livro Amor, Medicina e Milagres, Divaldo apresentou números sobre a incidência de doenças no mundo. O câncer, disse, é a terceira causa de morte e que as estatísticas apontam que em 2025 a primeira causa de morte será o suicídio decorrente da depressão. Existem hoje 360 milhões de depressivos crônicos na terra e a ciência moderna atribui isto à hereditariedade, as doenças contagiosas, as sequelas destas doenças e aos denominados eventos de vida, em especial o medo, a ansiedade e a solidão.

Esclareceu Divaldo que todo aquele que ama, que busca perdoar, que procura não carregar mágoas, está caminhando para a harmonia cerebral, o equilíbrio emocional e a conquista da saúde e da paz. William James, um dos fundadores da psicologia moderna, nobre cientista do Século XIX, afirmava que tudo começa no pensamento. Dessa forma, e com esse entendimento, o Embaixador da Paz e Arauto do Evangelho frisou que para se viver com saúde, o indivíduo deve cultivar ideias positivas, esforçando-se, toda vez que surgir um pensamento negativo, em substitui-lo por um pensamento positivo, prosseguindo pensando no bem.


Fotos e texto: Ênio Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário